Espinheira Santa 100g
×
Espinheira Santa 100g
Espinheira Santa 100g
R$ 8,90
(indisponível)
Avise-me quando chegar:
ESPINHEIRA SANTA
Maytenus ilicifolia

Nativa da região sul do Brasil, a espinheira-santa é uma planta medicinal conhecida por auxiliar no tratamento de gastrite e outros problemas do trato digestivo. Ela tem propriedades antissépticas, cicatrizantes e é ótima para o preparo de chás.

• PROPRIEDADES Medicinais

1. AUXILIA NO TRATAMENTO DE ÚLCERAS DIMINUIÇÃO E ALÍVIO DOS GASES INTESTINAIS

2. COMBATE A GASTRITE

3. COMBATE INFECÇÕES NO ESTÔMAGO

4. ALIVIA DORES ESTOMACAIS

5. MELHORA O FUNCIONAMENTO DOS RINS

6. PREVINE O CANCER DE PELE

7. Espinheira-santa é fonte de polifenóis e triterpenos, substâncias terapêuticas.

O grande diferencial da espinheira-santa é que suas folhas são fontes de diferentes substâncias terapêuticas, tais como os polifenóis (importantes antioxidantes) e triterpenos (compostos usados em medicamentos). Por ter forte ação antioxidante, por exemplo, essa planta ajuda a fortalecer a imunidade, previne o envelhecimento precoce e ajuda a desintoxicar o organismo no dia a dia. Por isso, é muito indicado preparar chás terapêuticos a partir de suas folhas.

8. Ajuda a aliviar dores de estômago e tratar a gastrite

A espinheira-santa é muito indicada para tratar gastrite, azia, úlcera no estômago e amenizar possíveis dores no trato digestivo. Isso porque ela tem propriedades antissépticas, cicatrizantes, anti-infecciosas, antioxidantes (de proteção celular) e ajuda muito a reduzir a acidez gástrica. Por isso, caso o objetivo seja diminuir a sensação de queimação no estômago e amenizar dores, uma boa dica é apostar no chá de espinheira-santa.

9. Planta tem propriedades diuréticas e laxativas

As folhas da espinheira-santa também têm propriedades diuréticas e laxativas, sabia? Ou seja, ajudam a eliminar as toxinas do organismo através da urina e também são ótimas para quem tem prisão de ventre, pois auxiliam no funcionamento intestinal. Além disso, por ser fonte de triterpenos, a espinheira-santa cumpre ação analgésica, diminuindo significativamente desconfortos no estômago e no intestino.

• MODO DE USAR

1. chá de espinheira-santa:
em uma leiteira, esquente 500 ml de água. Quando ferver, desligue o fogo, coloque 3 colheres de sopa com folhas de espinheira-santa, tampe a leiteira e deixe em infusão por pelo menos 5 minutos. Depois, basta coar e beber o chá normalmente.

O chá pode ser consumido de duas a três vezes por dia. Já o tempo de tratamento dura, em média, 30 dias.

Lactantes devem evitar o uso, pois pode ocorrer redução da secreção láctea (Santos C, et al. Plantas medicinais 1988). Evitar o uso em mulheres em tratamento de infertilidade ou com dificuldade de levar a gravidez até o fim.

2. compressas quentes com chá de espinheira-santa
Tratamento de possíveis lesões ou inflamações (como acnes), acelerando o processo de cicatrização.

3. Banho de Ervas com Espinheira Santa para Limpeza Espiritual

É considerada uma erva quente e ou agressiva, conforme a classificação de Adriano Camargo Erveiro.
Por isso, o Banho de Espinheira Santa:

Acalma as emoções;
Ajuda a eliminar a raiva;
Anula, corta e limpa acúmulos energéticos negativos;
Beneficia a digestão;
Clareia sentimentos e emoções;
Diminui as cólicas menstruais e estomacais;
Eficiente contra larvas atrais e ataques psíquicos;
Proporciona Conexão com o Eu Superior.

Preparando o Banho de Ervas:

Ingredientes:
1 colher de sopa de folhas
1 litros de água
Modo de Preparo

Se concentre e conecte-se com seus Mestres e Anjos, pedindo permissão para realizar este ritual/banho.

Aqueça 1 litro de água
Coloque as pétalas na panela e tampe
(com o fogo desligado)
Deixe de 15 min em imersão

Leve-o para seu banho
Após tomar seu banho normal, pegue o preparo – cuidado para estar morno, para não se queimar.
E então, do seu Pescoço para baixo, despeje a água com as ervas, pedindo aos seus mestres ou protetores espirituais que a energia dessas ervas possa lhe limpar seu campo energético.

Observações:
Tome esse banho a noite e, no outro dia, pela manhã, tome um banho de alecrim ou de hortelã ou de canela ou de manjericão (com ervas energizadoras).

• Contra-indicações:

A Espinheira Santa não deve ser usada em pessoas com histórico de alergia a esta planta.

Também não deve ser usada durante a gravidez, devido ao seu efeito abortivo, e mulheres que estão amamentando, porque pode provocar redução da quantidade de leite materno.

Também é contraindicada em crianças abaixo dos 12 anos.

Sua utilização em excesso, porém, pode causar náuseas.

E nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.

• Referências:
- Camargo, Adriano Erveiro, Curso de Erveirança, 2021-2022.
- PAI MANECO, Grupo de Estudos. As Ervas e as plantas no terreiro do Pai Maneco. PDF.